Trama Afetiva




Em 2016 tive o prazer de fazer parte da primeira edição do Trama Afetiva.

O projeto é uma iniciativa da FHH com direção criativa de Jackson Araújo e Luca Predabon e visa reunir criativos para repensar o consumo e questionar os padrões sociais existentes, o projeto usa o DESIGN como ferramenta de transformação social para o coletivo.


Como foi a primeira edição todos estavam experimentando e testando novas possibilidades de repensar em especial o descarte têxtil da industria da moda.


O termo UPCYCLING significa: reutilização criativa, pois é um processo de uso de resíduos na criação de novos produtos com design e significado, onde o produto adquire numa nova função, diferente daquela que foi inicialmente projetado.​




O time de mentores que tive foi incrível: Marcelo Rosenbaum, Alexandre Herchcovitch e Patrícia Centurion. Eu estava mais do que feliz e com todas as áreas que adoro muito bem representadas: design, moda e joalheria.


Além é claro da papel aglutinador e afetuoso do Jackson e de Luca; e também com o time super talentoso de costureiras do Ateliê Cardume de Mães.



A Economia Afetiva é um modelo de produção e consumo voltado para a geração de valor e responsabilidade socioambiental por meio da ressignificação de processos e produtos.


Nessa edição criamos a COLEÇÃO CASCA. O conceito nasceu de várias reuniões e brainstorm que fizemos em grupo, onde cada um trazia suas ideias e desejos para criação de algo coletivamente.





A matéria prima escolhida para ganhar um novo significado foi o JEANS - resíduo têxtil fornecido pela Fundação Hermann Hering.


O formato escolhido: Triângulo.

A temática: Casca.







Minha criação foi o CESTO PRISMA. Inicialmente pensei em fazer uma tapeçaria triangular ou uma joia têxtil, mas estava com saudades de criar um produto como designer. Desde a faculdade de desenho industrial eu não criava um objeto coletivamente.


Então veio a ideia de criar uma bolsa, e depois em grupo achamos que seria interessante ampliar essa forma criando um cesto.


O Cesto Prisma é uma estrutura triangular toda feita em resíduo de jeans. É possível abrir e fechar o cesto que pode ser usado para inúmeras utilidades. Eu gosto muito da forma do cesto fechado e por isso eu o usaria como um organizador.





Feito uma imersão criativa, uma vivência coletiva onde juntos pensamos em soluções criativas para um problema socioambiental que é o resíduo têxtil.




A força e potência criativa que um grupo de artistas e designers afetuosos e focados no bem estar social é muito transformadora.

Com certeza foi algo que mudou minha vida e perspectiva para um futuro mais consciente.